Depoimentos


"Comecei a fazer pilates por motivos relacionados à saúde: uma hérnia de disco e seus efeitos em minha panturrilha da perna direita. Depois de tomar remédios e ter meu estômago afetado pelo tal Celebra (que não tem nada pra celebrar!!), a prática de pilates fez com que eu pudesse conviver com a tal hérnia sem uso de nenhum medicamento. Faço pilates há 5 anos (2 vezes por semana) e simplesmente adoro!! Além disso, observo que minha flexibilidade, agilidade e força muscular melhoraram muito com a prática contínua do pilates.
Ah, e além de todo o benefício físico, o pilates faz muito bem para a alma!! Nada como boas risadas em companhia da Cibele e muitas colegas de aula!"

                                                         Clarice Lottermann, 49 anos, aluna Vivaz desde 2010.



"Pra mim o pilates foi maravilhoso, hoje não tenho dor nas costas, aprendi a respirar com os exercícios, tenho mais disposição, energia, equilíbrio e controlei minha ansiedade. Faço pilates de segunda a sexta. A Cibele, a cada 30 dias, troca nossas aulas e vai prescrevendo os exercícios que mais precisamos. Recomendo a todos!"

                                             Eloisa Franco de Andrade, 51 anos, aluna Vivaz desde 2010.




"As aulas de pilates na Vivaz são as melhores do mundo. Amo Pilates e adoro a Cibele pela sua dedicação e competência. Ela exige muito da gente e isso é muito bom... Sem falar que é o studio mais limpo e organizado que eu conheço e também amo isso!!"

                                                                    Marisa Vivian, 33 anos, aluna Vivaz desde 2013. 



"Eu pra praticava yôga, e quando fui morar em Marechal procurei uma atividade que me proporcionasse antes de tudo bem estar, a flexibilidade e o tônus muscular; e encontrei no Pilates o exercício perfeito pra mim, me trazendo a consciência corporal. A orientação de uma profissional responsável e preocupada com minha saúde me deu a confiança para desafiar meus limites, e até aqueles equipamentos que de início assustavam consegui vence-los. Além do ambiente especial onde encontrei pessoas ótimas e tracei grandes laços de amizade."

 Fernanda Fátima da Silva, 33 anos, aluna Vivaz desde 2014.



"Faço Pilates há alguns anos, mas nunca é monótono, porque é o momento que me conecto com meu corpo, sinto minha respiração e assim me recarrego para o correria do dia a dia. Pretendo continuar até ficar bem encharcada de tempo."

Patricia Barcellos Costa, 43 anos, aluna Vivaz desde 2009.

"Acredito que já estou praticando há uns quatro anos, confere? Comecei meio tímida, aconselhada por médicos a fazer exercícios. Minha vida sedentária estava me trazendo problemas de postura, de coluna, de estresse etc., mas achei que não seria tudo aquilo, iniciei com uma aula semanal, não peguei o pique, achei que não dava resultado. Passei por mais problemas de saúde e tive que parar por 3 meses, aí sim sentí a falta! Dor na coluna todos os dias... não via a hora de voltar às aulas. Na volta, comecei com duas aulas semanais e fiquei na fila aguardando vaga para a terceira. Isso resume a importância do pilates, no meu caso, sem falar da professora Cibele, uma profissional competente e preocupada com seus alunos, cobrando diariamente nosso empenho e seriedade. Tanto é que surgem brincadeiras (mas só brincadeiras!), que ela é 'muito má conosco'. (risos)"

Clenira Schmidt, 53 anos, aluna Vivaz desde 2011.


"Faço pilates há quase um ano, e ao comentar com pessoas à minha volta, a pergunta feita é sempre a mesma: “Que problema você tem?”. Tenho 19 anos, não tenho problemas de saúde, dores ou vontade de emagrecer e, ao contrário do que muitos pensam, faço pilates por que gosto e por que não quero ter problemas futuros. Pilates faz parte do meu cuidado comigo mesma. Amo!"

Juliandrea Cezário, 19 anos, aluna Vivaz desde 2014. 

4 comentários:

  1. Para inaugurar os comentários...
    poucas palavras são necessárias...
    pois o que preciso é fechar os olhos e pensar... o que seria da minha vida e da minha coluna sem o pilates?
    Ufa!!! ainda bem que era só um pensamento... Pilates é tudo de bom.

    Abraços Cibele.




    ResponderExcluir
  2. Obrigada Sheille!
    E o que seria de mim sem meus alunos queridos?
    Um beijão.

    ResponderExcluir
  3. Em 2014 eu completo 3 anos de Pilates...e isso é demaaaais!! Vitorioso pra mim...
    Depois de um dia de trabalho é preciso buscar aquela forcinha pra fazer um exercício físico, o que vale muito a pena, nos benefícios e resultados para melhorar a postura, flexibilidade ( zero no meu caso), aliviar ansiedade e outras qualidades mais que o Pilates oferece.
    Recomendo!! ;)
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Realmente, Dalila! Não é nada fácil nos disciplinarmos para a prática da atividade física, entretanto, todas as vezes que conseguimos domar nossa preguiça, temos aquela sensação deliciosa de dever cumprido, não é? Sem contar que os resultados vão aparecendo e isso vai nos motivando cada vez mais. Mas alunas dedicadas como você logo, logo não conseguem mais viver sem o pilates! ;) Beijão! Saudades...

    ResponderExcluir